Cajazeiras/PB domingo , 5 de julho de 2020

Artistas

Artistas elogiam Zé Aldemir pela liberação de auxílio para segmento cultural

A decisão do prefeito José Aldemir de autorizar a liberação do auxílio emergencial de R$ 120 mil para os artistas […]

A decisão do prefeito José Aldemir de autorizar a liberação do auxílio emergencial de R$ 120 mil para os artistas cajazeirenses durante este período da pandemia provocada pelo coronavírus, recebeu aprovação unânime da classe cultural. Artistas dos mais diversos segmentos utilizaram as redes sociais para elogiar a ação da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura e Turismo. Serão selecionados 100 artistas dos diferentes segmentos para receberem R$ 1.200,00 cada, em três parcelas de R$ 400 reais. A contrapartida será a apresentação de um projeto online com tempo mínimo de 20 minutos.
Para o ator Bethoven Uilanov, foi uma grande vitória para a classe artística. “Parabénizar o secretário Ubiratan di Assis, por sua sensibilidade e por sempre nos ouvir, aos companheiros da comissão. Foram reuniões produtivas onde colocamos de lado nossas vaidades e juntos pensamos na nossa classe. Parabénizar a prefeitura de Cajazeiras e o prefeito José Aldemir, por escutar o nosso grito de socorro. Temos que criticar quando estiver errado, mais acima de tudo ser humilde e elogiar quando se acerta. Mais uma vez ficou evidenciado que juntos somos mais fortes”, afirmou.
Outros artistas reforçaram as palavras de Bethoven. O músico Tikinho Pankadão disse que o prefeito José Aldemir, o secretário Ubiratan di Assis e a comissão estão de parabéns. O poeta Fernando Inácio, o músico Rone Santos, o produtor Aldemir e Glemerson também parabenizaram a todos. “Parabéns por acreditar nos nossos artistas e na nossa cultura”, enfatizou Francisco Ernandez.
Os recursos a serem liberados são oriundos do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (Fuminc). Pela primeira vez na história de Cajazeiras, um prefeito paga, em uma única gestão, todos os editais do Fuminc. A comisão criada para analisar as propostas do auxílio emergencial e os nomes a serem contempladas foi formada por Ubiratan di Assis (secretário de Cultura), Bethoven Uilanov, Wanderley Figueiredo, Junior Terra e Eduardo Jorge.