Publicada em 11 de janeiro de 2018 - 12:16

Caso dos colchões: Ministério Público ingressa com Ação de Improbidade Administrativa contra vereadora e sua irmã ex-secretária em Cajazeiras

O Ministério Público Estadual da Paraíba, por meio da 4ª Promotoria que tem como titular Sarah Araújo Viana de Lucena, […]

mppbO Ministério Público Estadual da Paraíba, por meio da 4ª Promotoria que tem como titular Sarah Araújo Viana de Lucena, recebeu denúncia e contra a vereadora Léa Silva (DEM), e sua irmã ex-secretária de Desenvolvimento Humano da Prefeitura de Cajazeiras Maria Gorete da Silva, por apropriação de bens públicos fato denunciado pelo vereador Jucinério Félix (PPS).

A Ação de Improbidade Administrativa contra a vereadora e ex-secretária da gestão da prefeita Denise Albuquerque (PSB), a ser proposta pelo Ministério Público tem como teor o episódio dos colhões. Á época, o vereador Jucinério ao lado do seu colega Neguinho do Mondrean denunciaram que uma caminhonete carregada com colchões da Defesa Civil estava sendo descarregada na residência da vereadora. Segundo a denúncia, o material foi retirado da sede da Secretaria Municipal.

O assunto foi tema durante sessão da Câmara Municipal, e na oportunidade, a parlamentar assegurou que era inocente e provaria na Justiça.

 

Portal CZN