Cajazeiras/PB segunda-feira , 17 de fevereiro de 2020

Câmara Federal

Com 233 votos a favor Câmara Federal derruba decisão do STF e Wilson Santiago reassume cargo. Veja votos dos Paraibanos:

A Câmara Federal votou na noite desta quarta-feira (05), o caso do deputado Wilson Santiago (PTB), afastado por decisão do […]

Ex-deputado Wilson Santiago

A Câmara Federal votou na noite desta quarta-feira (05), o caso do deputado Wilson Santiago (PTB), afastado por decisão do ministro Celso de Mello do Supremo Tribunal Federal.

Com voto nominal e aberto, os deputados decidiram derrubar decisão do STF e reintegrar o deputado Wilson Santiago no cargo. Votaram contra o afastamento 233 deputados e 170 pelo afastamento quando seria necessário 257 votos.

Mesmo com a reintegração, Santiago deverá responder a um processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética da Câmara, conforme recomendou o parecer aprovado do relator Marcelo Ramos (PL-AM).

Conforme a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello, Santiago foi afastado do cargo de deputado federal durante operação Pés de Barro deflagrada em dezembro de 2019.

Sete deputados paraibanos que votaram para que Wilson Santiago retornasse ao cargo foram: Aguinaldo Ribeiro (PP), Damião Feliciano (PDT), Efraim Filho (DEM), Frei Anastacio Ribeiro (PT), Gervásio Maia (PSB), Hugo Motta (Republican) e Wellington Roberto (PL).

Os que votaram pelo afastamento foram dois: Pedro Cunha Lima (PSDB), Ruy Carneiro (PSDB).

A deputada Edna Henrique (PSDB) se absteve e Julian Lemos (PSL) não votou, assim como o próprio Santiago.

As investigações apuram pagamentos de vantagens ilícitas (“propina”) decorrentes do superfaturamento das obras de construção da “Adutora Capivara”, a qual se trata de um sistema adutor que deve se estender do município de São José do Rio do Peixe/PB ao município de Uiraúna/PB, no Sertão da Paraíba.

Portal CZN