Publicada em 22 de abril de 2019 - 20:56

Delação? Livânia convoca parentes para anunciar decisão em relação a colaboração com Operação Calvário

Antes de grande mudanças, algumas pessoas mais apegadas a família, realizam uma reunião para pedir conselhos e anunciar decisões. A […]

livaniaAntes de grande mudanças, algumas pessoas mais apegadas a família, realizam uma reunião para pedir conselhos e anunciar decisões. A ex secretária de administração do estado, Livânia Farias, é, definitivamente, uma mulher de família.

No olho do furação da Operação Calvário na Paraíba, Livânia convocou seus parentes mais próximos para uma consulta e uma decisão. De acordo com um dos parentes que foram chamados nesse domingo de Páscoa (21), a ex gestora estaria conjecturando colaborar dentro da Operação Calvário.

Esse mesmo parente chegou a consultar outros advogados, sob aval de Livânia, sobre como seria esse procedimento. Livânia estava contando com a defesa de Sheyner Asfora e Solon Benevides, mas após uma reunião o serviço dos dois foi dispensado. Em outro momento, Sheyner chegou a afirmar que caso Livânia fizesse uma delação premiada, não poderia continuar advogando para ela. Com a saída dos dois defensores do caso, deduz-se que a ex-auxiliar de governo estaria se preparando para esse novo movimento.

A motivação para colaborar com a justiça seria a desistência no pedido de habeas corpus de Daniel Gomes da Silva, considerado o orquestrante das supostas propinas. Daniel entrou com  o pedido para de habeas corpus para deixar a prisão, no Rio de Janeiro, onde se encontra desde 14 de dezembro de 2018.

Daniel havia requerido um segundo habeas corpus, junto ao Supremo Tribunal Federal, na tentativa de deixar a prisão, mas protocolou, através de seus advogados, um pedido de desistência do HC. Segundo especialistas, a motivação seria um pré acordo para uma delação premiada.

Espera-se que nas próximas 24h Livânia torne pública a decisão tomada dentro de uma reunião familiar e com certeza a ex-secretária vai precisar de todo apoio possível para enfrentar 0 que vem por aí.

 

 

Polêmica Paraíba