Cajazeiras/PB sábado , 17 de abril de 2021

Cajazeiras

Diocese de Cajazeiras mantém suspensão temporária de celebrações com presença de fiéis

A Diocese de Cajazeiras prorrogou até o próximo dia 26 de março a suspensão das celebrações com presença de fiéis. […]

A Diocese de Cajazeiras prorrogou até o próximo dia 26 de março a suspensão das celebrações com presença de fiéis.

A decisão foi comunicada pelo Bispo Diocesano Dom Francisco de Sales através de Nota Oficial com a atualização das orientações para as Paróquias e Comunidades no contexto do avanço da Covid-19.

CLIQUE PARA BAIXAR: Atualização das Diretrizes Contra a Covid-19 – 12 de março de 2021


O documento também manteve o adiamento de casamentos e batizados para data oportuna e segura. Estabeleceu, ainda, que as Igrejas devem permanecer abertas para visitação e oração pessoal dos fiéis, além da continuidade da assistência prestada pelas Paróquias e sacerdotes, desde que todas as medidas sanitárias sejam devidamente respeitadas.

PREVISÃO DE REABERTURA

Segundo o documento, após essa data [26 DE MARÇO], “onde se mostre possível o retorno seguro às celebrações com a presença de fiéis, ainda que com limitação de quantidade, cada Pároco ou Administrador Paroquial, ouvido o Conselho Pastoral Paroquial – CPP, avalie prudentemente e encaminhe ao Bispo Diocesano pedido de autorização para a reabertura das Igrejas de sua Paróquia para as celebrações presenciais, e, se autorizado, que sejam observadas em tudo as medidas de profilaxia e de distanciamento social”.

Nesse mesmo contexto, nas cidades que possuem mais de uma Paróquia, a possibilidade de retorno das celebrações presenciais deverá ser analisada em comum por todas as circunscrições.

SEMANA SANTA

Para a Semana Santa e da Páscoa do Senhor, celebrada este ano de 28 de março (Domingo de Ramos) à 04 de abril (Domingo de Páscoa), a Diocese emitirá novas diretrizes e orientações litúrgicas.

PREOCUPAÇÃO

Dom Francisco de Sales demonstra extrema preocupação com a atual situação pandêmica e pede o compromisso de todos no enfrentamento ao novo coronavírus: “[…], diante da instabilidade do momento presente, como pastor e pai, vimo-nos forçados, por dever de consciência, a adotar medidas difíceis e que nos angustiam, como a restrição temporária da participação presencial dos fieis na celebração dos sacramentos, sobretudo na Eucaristia. Diante disto, urge que todos nós, pastores e rebanho, tomemos consciência da gravidade das circunstâncias presentes e das responsabilidades que a cada um compete, sem nos evadirmos em arrazoados que em nada colaboram com a lúcida compreensão de nossa fé cristã e com a solução do drama no qual estamos imersos, enquanto membros de uma mesma família humana.”

Rogando a intercessão de São José, o Bispo exorta que todos “unamo-nos em fervorosa oração para que a conjuntura sanitária possa evoluir positivamente nos próximos dias, a fim de que, como preito de nossa gratidão, mesmo com as restrições e limitação de participantes, possamos reabrir nossas Igrejas para a celebração presencial dos atos litúrgicos da Semana Santa.”

PASCOM DIOCESANA