Cajazeiras/PB quarta-feira , 3 de junho de 2020

Cajazeiras

Do Catar, Junior Araújo emplaca nome para HRC e deixa Jeová Campos revoltado

O deputado estadual Jeová Campos (PSB), ficou indignado com a exoneração da diretora do HRC Edjane Leite. Jeová tratou  a […]

Junior Araújo, Jeová e Denise

O deputado estadual Jeová Campos (PSB), ficou indignado com a exoneração da diretora do HRC Edjane Leite. Jeová tratou  a forma como foi feita a exoneração como ato irresponsável e disse que não aceita que usem seu nome de forma vil e mentirosa e que seja humilhado politicamente no seu principal reduto eleitoral: “A forma como fizeram a exoneração da diretora do hospital é um ato completamente irresponsável de quem fez e politicamente inaceitável, porque usaram meu nome, mentindo”, desabafou Jeová.

De acordo com o parlamentar, o deputado Júnior Araújo e a ex-prefeita de Cajazeiras, Denise Albuquerque, aliados de última hora do atual governo, falaram com Ronaldo Guerra e mentiram para ele dizendo que Jeová  concordava com a exoneração de Edjane. “Isso é uma mentira, eu não disse nada neste sentido e, mais ainda, estou revoltado com tudo isso. Apoio João, pretendo continuar na base do governo, mas não aceitarei ser humilhado desta forma em Cajazeiras”, disse Jeová.

Mesmo bem distante, a mais de dez mil KM o deputado Junior Araújo conseguiu desbancar o seu “colega” parlamentar e emplacou o nome do novo diretor do HRC retomando de volta o comando daquela casa de saúde ao grupo do ex-prefeito Carlos Antônio (DEM), que insistia nisso há cerca de 10 anos

Isso gerou revolta e indignação distanciando ainda mais os dois parlamentares do grupo. O incêndio está ficando mais difícil e ao que parece não tem mais bombeiros que consiga apagar as chamas da discórdia no grupo de oposição.

Portal CZN