Publicada em 31 de janeiro de 2011 - 19:01

Em assembleia professores do município de Cajazeiras decidem não iniciar ano letivo

Os professores da rede municipal de ensino do município de Cajazeiras decidiram não iniciar o ano letivo programado para essa […]

Os professores da rede municipal de ensino do município de Cajazeiras decidiram não iniciar o ano letivo programado para essa semana, como forma de protestar pelo não aumento de 20% nos salários da educação. A greve iniciada pelos professores através do SINFUNC é por tempo indeterminado.

Em oficio encaminhado pelo prefeito Léo Abreu, foi esclarecido à impossibilidade da administração municipal em pagar o percentual de 20% de aumento salarial a categoria. Na justificativa, o gestor explicava que com a aplicação do aumento, o percentual destinados ao pagamento da folha do magistério chegaria a 90%, restando apenas 10% para gastos com merenda escolar, transportes, manutenção das escolas e outras despesas necessárias. Segundo o prefeito Léo, o impacto que causaria na folha seria de R$ 210.000,00.

O chefe do executivo cajazeirense garantiu que se houver repasse com aumento de 12% do FUNDEB conforme previsão do MEC estará dando os 20% de aumento aos professores.

Redação Portal CZN