Publicada em 05 de agosto de 2019 - 0:23

ESTREMECIMENTO ENTRE RICARDO E JOÃO: finalmente, o que está acontecendo? Saiba tudo !

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. A atividade política é realmente muito dinâmica. Vejam bem, quem diria que o […]

RICARDO-JOAO-PSBMeus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. A atividade política é realmente muito dinâmica. Vejam bem, quem diria que o governador João Azevedo e o ex-governador Ricardo Coutinho, pudessem estar em rota de colisão político-partidária da maneira que estão? Ou alguém de sã consciência acha que entre os dois líderes políticos está tudo bem? Não minha gente, não está! Quem quiser que se engane, porém, existe sim, uma rota de colisão entre João e Ricardo.

Não estou aqui querendo pregar o afastamento ou a desunião entre Ricardo e João, no entanto, contra fatos não existem argumentos. E os fatos estão aí, alguns escancarados, outros, na surdina. Mas, o que está acontecendo de tão grave entre os dois? Vamos agora analisar os fatos que deram e outros que estão dando causas ao afastamento gradual entre João e Ricardo. Vejamos:

1º) A eleição do BI-GALDINO na Assembléia Legislativa, onde o deputado Adriano Galdino, foi eleito de última hora, para presidir por dois períodos o Poder Legislativo. Ricardo, queria um período para Adriano e outro para Hervásio. João, como governador, não comprou a briga e apesar de algumas reuniões, deixou que os deputados resolvessem entre si. Resultado: Deu Adriano Galdino, para os dois períodos e dizem que Ricardo ficou “P” da vida!

2º) Em consequência do BI-GALDINO na Assembleia, veio a formação do G-10, grupo de deputados para-governistas, de bem com João Azevedo, porém, em completa desarmonia com Ricardo Coutinho. Com o seguinte agravante: O G-10 se relaciona bem com os demais deputados oposicionistas, que tem ojeriza a Ricardo Coutinho e ambos ( G-10 + oposição ) não se dão muito bem com os deputados ricardistas. E com isso, João, está na dele, no entanto, Ricardo, também está “P” da vida com esta situação!

3º) A Operação Calvário, que já pegou pessoas ligadas a Ricardo Coutinho, e que também, estavam no governo de João e foram exoneradas. Na verdade, esta operação tem deixado muita gente sem dormir, inclusive, João, que tem tomado algumas providências e se esquivado o máximo possível, para que a Calvário, não atinja a sua pessoa, nem o seu mandato. Nesse caso, Ricardo, também não está satisfeito com o comportamento de aliados, que estão deixando outros aliados à deriva!

4º) É inusitado, a quantidade de secretários e demais assessores ligados a Ricardo Coutinho, que por vários motivos, estão deixando o governo de João, em tão pouco tempo. Pra verdadeiros aliados, isso não é normal, nem natural. Além, de alguns ex-ricardistas roxos, que agora são azevedistas de carteirinha, e isso também tem contrariado bastante Ricardo.

5º) Outro problema entre os dois, é que Ricardo, achava que João, iria ser um discípulo total, porém, esqueceu Ricardo, que João, apesar de estar socialista, NUNCA FOI SOCIALISTA, NUNCA! Na verdade, João, é um técnico muito competente e bastante moderado, e assim sendo, foi um dos grandes responsáveis pelo sucesso das gestões de Ricardo, tanto na prefeitura de João Pessoa, quanto no governo do estado.

Aliás, esta conversa de dizer que Ricardo fazia seu sucessor indicando qualquer nome, não é bem por aí. João, foi eleito com apoio de Ricardo, mas também teve os seus méritos e força na sua eleição. Agora governador, João é grato a Ricardo, porém, está demonstrando que tem luz própria, que não vai para o confronto indigesto com seu ninguém e quer fazer um governo com a sua cara, sua marca, sem radicalismos e revanchismos.

Ricardo não aceita e por mais que queira, João, não vai comprar as suas brigas socialistas e de esquerda radical. Já disse, João, não é socialista, é um MODERADO DE CENTRO. João, é família, gosta de fazer e preservar amigos, etc. Além disso, Ricardo, com seu estilo próprio, quer que João, bata de frente com seus algozes, com o G-10, com o presidente Bolsonaro, etc. Mas João, que é moderador de centro, não fará, por isso, nessa liga, não existe mais simbiose.

E vem por aí, um novo imbróglio, sabe qual? O PSB, ou seja, mesmo não sendo socialista de carteirinha, João, em virtude das circunstâncias, está querendo o controle do partido no estado. Por isso, os deputados ricardistas já estão defendo o nome de Ricardo Coutinho, para presidir o PSB na Paraíba e sem consultar João. Então, perante os futuros fatos, não será surpresa se o governador João, em não tendo o controle do PSB, migrar para outra legenda no momento certo.

E para terminar a confusão, penso que Ricardo e João, realmente, estão em linha de colisão político-partidária por vários motivos e sem volta. Por isso, acho que Ricardo, não será candidato a prefeito em João Pessoa no próximo ano. Na verdade, Ricardo, vai tentar eleger um prefeito da sua estrita confiança ( talvez, Gervazinho… ) e vai se preparar para disputar o governo do estado em 2022, e sabe contra quem? Advinhe? Claro, João Azevedo! É de não acreditar…

Ruy Galdino