Publicada em 26 de julho de 2018 - 9:19

Golpistas se passam por agentes de saúde para roubar aposentada em Cajazeiras

Mais uma denúncia da ação de estelionatários que se aproveitam da boa-fé das pessoas mais velhas foi registrado nesta quarta-feira […]

agentesaudeMais uma denúncia da ação de estelionatários que se aproveitam da boa-fé das pessoas mais velhas foi registrado nesta quarta-feira dia 25 em Cajazeiras no sertão da Paraíba.

O crime ocorreu na manhã desta quarta-feira  no bairro de Capoeiras setor sul da cidade, quando os três estelionatários abordaram a senhora Maria Célia de 63 anos, relatando serem agentes de saúde.

O trio é formado por uma mulher e dois homens que chegaram a tirar sangue do dedo da idosa dizendo que era para medir a taxa de glicose. Mas na verdade estavam de olho mesmo no que havia dentro da bolsa.

O valor de 200 reais, que seria usado para a realização de exames foi levado da bolsa da idosa que só percebeu o ato depois da saída do trio de sua casa.

O caso foi registrado na delegacia de Cajazeiras para ser apurado pelos agentes da Delegacia de Roubos e Furtos.

A Secretaria da Saúde informou que todo agente comunitário tem que estar cadastrado no posto de saúde do bairro e uniformizado. O ministério recomenda que, se houver dúvida, o morador deve pedir o nome e a matrícula da pessoa que se apresenta como agente e dizer que naquele momento não pode receber a equipe e pedir para voltar depois.

 

Ângelo Lima