Cajazeiras/PB sábado , 17 de abril de 2021

Legislativo

Governador reeleito, Ricardo Coutinho vai ter 15 deputados na nova Assembleia Legislativa

Em seu segundo mandato, que começa a partir do dia 1º de janeiro de 2015, o governador reeleito Ricardo Coutinho (PSB), terá […]

Em seu segundo mandato, que começa a partir do dia 1º de janeiro de 2015, o governador reeleito Ricardo Coutinho (PSB), terá maioria na Assembleia Legislativa. 

Para conduzir o seu segundo mandato, a bancada que deve dar sustentação à gestão do socialista contará com 15 dos 36 deputados eleitos para a próxima legislatura. Outros deputados no entanto, deverão aderir ao socialista e integrar a bancada governista na Casa de Epitácio Pessoa. 

Ricardo deve contar com o apoio de Doda de Tião (PTB), Tião Gomes (PSL), Zé Paulo (PC do B), João Bosco Carneiro Júnior (PSL), Adriano Galdino (PSB), Estela Bezerra (PSB), Lindolfo Pires (DEM), Ricardo Barbosa (PSB), Buba Germano (PSB) e Jeová Campos (PSB).

Além desses, Ricardo deverá receber apoio dos deputados que aderiram no segundo turno do pleito: Anísio Maia (PT), Frei Anastácio (PT), Nabor Wanderley (PMDB), Inácio Falcão (PT do B), Gervásio Maia (PMDB) e Galego de Sousa (PP). No entanto, a bancada de Ricardo ainda pode ser reforçada pelo deputado Raniery Paulino (PMDB) que adotou postura de neutralidade no 2ºturno das eleições estaduais.

Entre os deputados que irão integrar a bancada oposicionista ao seu governo, o governador reeleito vai enfrentar os quatro deputados que receberam o maior quantitativo de votos: Manoel Ludgério (PSD), Daniella Ribeiro (PP), João Henrique (DEM) e Ricardo Marcelo (PEN).

Devem permanecer na oposição os deputados: Edmilson Soares (PEN), José Aldemir (PEN), Dinaldinho (PSDB), Bruno Cunha Lima (PSDB), Branco Mendes (PEN), Camila Toscano (PSDB), Tovar (PSDB), Caio Roberto (PR), Jutay Meneses (PRB), Janduhy Carneiro (PTN), Genival Matias (PT do B), João Henrique (DEM), Arnaldo Monteiro (PSC), João Gonçalves (PSD) e Renato Gadelha (PSC). Na condição de independente está o deputado estadual Raniery Paulino (PMDB).


Redação PB Agora