Publicada em 27 de março de 2019 - 18:03

Homem é condenado a 17 anos de prisão por estuprar a enteada

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba condenou nesta terça-feira (26) a 17 anos e seis meses de […]

TJPB-2-1200x480A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba condenou nesta terça-feira (26) a 17 anos e seis meses de prisão um homem suspeito de estuprar, por diversas vezes, a própria enteada, uma menina de onze anos.

A condenação veio através de recursos do Ministério Público da Paraíba (MPPB), já que o réu havia sido julgado inocente em decisão de Primeiro Grau por falta de provas.

Durante a votação, o desembargador Ricardo Vital afirmou que as provas contra o réu estavam comprovadas, apesar de laudo pericial afirmar que não chegou a ocorrer conjunção carnal.

“O acervo probatório comprova a materialidade e a autoria delitivas, principalmente a palavra da vítima, corroborada pelas outras relevantes provas acostadas ao caderno processual”, enfatizou Ricardo Vital.

Com a decisão, o réu foi preso e encaminhado a um presídio para cumprir a condenação em regime fechado.

 

 

Portal Correio