Cajazeiras/PB quarta-feira , 12 de agosto de 2020

Jeová Campos

Jeová Campos acusa Jr. Araújo de fazer política desrespeitosa, diz que ele foi desleal e revela que o deputado tenta expulsar seu grupo do Governo. Áudio:

O deputado Jeová Campos em participação na tarde dessa segunda-feira (27), no programa Mais Debate da Mais FM 97.7 e […]

O deputado Jeová Campos em participação na tarde dessa segunda-feira (27), no programa Mais Debate da Mais FM 97.7 e 100.1 apresentado por Paulo Feitosa e Jota França fez um desabafo contra o deputado estadual Junior Araújo (Avante), quando tratou pela primeira vez sobre indicações dos cargos do Governo em Cajazeiras.

Jeová afirmou que quem decide sobre os cargos em Cajazeiras é o governador, mas, queria parabenizar o deputado Junior pela sua maestria e competência está nomeando todo mundo. “Ele tá passando uma posição que o deputado Jeová fosse oposição ao governador João Azevedo”, desabafou.

Campos ainda revelou ainda que Junior Araújo não fez campanha pra o governador em várias cidades da região, á exemplo de São João do Rio do Peixe, Triunfo, São José de Piranhas, Cachoeira dos Índios, na região de Sousa em São Francisco, “Não posso compreender que alguém cobre lealdade quando ele não foi leal. Junior Araújo só votou em João Azevedo em Cajazeiras porque Denise e Carlos Antônio votaram”, retrucou.

O rei do Alho ainda manda recado pra o deputado do Avante: “Continue nomeando todo mundo e botando pra fora quem você quiser porque consegue unir a base do Governo”.

“Quero de público parabenizar essa capacidade de Junior Araújo por tanta capacidade de unir as pessoas, mas, o grupo do alho não gosta de apanhar na cara”, desabafou.

Jeová Campos acusa Junior Araújo de fazer uma política desrespeitosa e deselegante. “Fui o deputado mais bem votado da região do lado do governador João Azevedo. Você com sua habilidade e maestria tá querendo expulsar agente do Governo, mas, não vou ser expulso por você continuo apoiando o governador”, disse.

O deputado socialista ainda acusou /Junior de perseguir o suplente de vereador Humberto Coleguinha, que foi colocado pra fora de um cargo do Governo do Estado por não ficar no partido que o deputado queria.

Ao final Jeová manda outro recado: ” do alho vamos fazer do nosso jeito. Não estamos afim de secretaria de Governo e não é só você que é inteligente”, finalizou.

Portal CZN