Publicada em 15 de outubro de 2017 - 9:42

Jeová desabafa sobre rasteira de Denise e Carlos: “Não chamaram nem para um diálogo”

O deputado Jeová Campos, PSB, que se licenciou do mandato para tratar da saúde, desabafou, recentemente sobre a perda do […]

jeovacarlosrcO deputado Jeová Campos, PSB, que se licenciou do mandato para tratar da saúde, desabafou, recentemente sobre a perda do apoio do casal Denise e Carlos Antônio para Junior Araújo, em Cajazeiras.

Apesar de dizer que não guardar mágoas, o parlamentar deixou claro que a decisão do casal de anunciar apoio a outro nome que não o dele, foi unilateral dos dois. Ainda segundo Campos, o casal sequer teve a iniciativa de chamar para um diálogo antes de tomar a decisão sobre a mudança de apoio.

“Eu sempre defendi a unidade do grupo que perdeu as eleições em Cajazeiras. Eu entendia que precisávamos andar juntos para nos fortalecer pensando no projeto político não só de 2018, como também de 2020 e infelizmente o grupo mudou. Quando Carlos Antônio, junto com Denise, lança o nome de Bruno Araújo, foi uma decisão unilateral deles e eu respeito essa decisão. Mas em nenhum momento eles me convidaram para um diálogo, ao contrário, eu que os procurei”.

Jeová disse que, após a derrota na disputa municipal, não teria sentido fazer uma cisão dentro do grupo. “Infelizmente eles tomaram um outro rumo e eu estou fazendo o que eu acho que devo. Tenho mandato que tem cara e tem causas. Os políticos da Paraíba não podem andar no meio do povo que recebem vaias, mas onde eu vou eu sou aplaudido porque me coloquei claramente contra todas as atrocidades na política”, arrematou.

PB Agora