Cajazeiras/PB quarta-feira , 22 de janeiro de 2020

Cajazeiras

Jovem condenado a 17 anos por matar colega no Colégio Comercial em CZ consegue habeas corpus. Mãe da vítima protesta nas redes sociais

A defesa do jovem José Hyarlley Lopes de Sousa, 27 anos, condenado em julgamento pelo Tribunal do Júri da Comarca […]

crime-colgio-cz-825x451

A defesa do jovem José Hyarlley Lopes de Sousa, 27 anos, condenado em julgamento pelo Tribunal do Júri da Comarca de Cajazeiras, a cumprir pena de 17 anos, 2 meses e 7 dias de prisão, conseguiu junto ao Superior Tribunal de Justiça habeas corpus e o acusado deverá ser posto em liberdade.

Inicialmente a defesa através do advogado Ozael da Costa Fernandes tentou no TJPB, porém, foi negado, e com isso, recorreu para o STJ em Brasília conseguindo a liberdade do jovem condenado. A intenção da defesa é recorrer para diminuir a pena.

O crime praticado por Hyarlley ocorreu em 21 de Junho de 2011 no interior do Colégio Estadual Monsenhor Constantino Vieira (Colégio Comercial), quando assassinou a facadas o colega de classe Renato Torres de Oliveira, 21 anos.

Após tomar conhecimento da soltura do jovem condenado, a senhora Francineide Torres usou sua conta no Facebook para lamentar e protestar a decisão da Justiça. “Meu Deus, como pode isso acontecer, tirou a vida do meu filho, pegou 17 anos e três meses de prisão, e agora já está solto, que justiça é essa, não existe isso”…

 

Veja publicação:

maejovem