Publicada em 30 de outubro de 2018 - 14:09

Núcleo pró Bolsonaro de Cajazeiras tira comando do PSL de suplentes de vereadores e quer lançar candidato em 2020

Os suplentes de vereadores que integravam o diretório municipal do PSL (Partido Social Liberal), sigla do presidente eleito Jair Bolsonaro, […]

direitaczOs suplentes de vereadores que integravam o diretório municipal do PSL (Partido Social Liberal), sigla do presidente eleito Jair Bolsonaro, foram surpreendidos com a intervenção no comando do partido que passou a ser composto por integrantes do núcleo de campanha ligados ao deputado federal Julian Lemos.

O partido era presidido pelo suplente de vereador Serafim da Palhoça que até a manhã dessa terça-feira (30), não tinha conhecimento da intervenção, mesmo tendo sido destituído do diretório em 30 de agosto de 2018. Vale salientar que os antigos membros do diretório abraçaram a candidatura de Haddad.

A atual composição da comissão provisória com vigência até 31 de dezembro de 2018, tem como presidente o empresário Vicente de Souza Barreto Neto (Barretinho), vice-presidente: Léo Rafael Ferreira Alencar, secretário geral: Francisco de Moraes Albuquerque, primeiro secretário: Moaby Abreu de Medeiros, tesoureiro geral: Alan Delano de Albuquerque Gomes, primeiro tesoureiro: Lucas Mangueira Lopes e vogal: Marcio Rogério Vieira Torres.

Com uma votação de 6.491 votos ou 18,51% da votação em Cajazeiras, os membros do núcleo de campanha articulam fortalecer o partido e trabalhar candidaturas para eleição municipal em 2020.

PSLRESENHA

Portal CZN