Publicada em 05 de dezembro de 2016 - 8:56

Polícia Civil e PRF prendem estelionatário que atuava aplicando golpes em clientes de bancos na região de Cajazeiras

Uma ação integrada entre a Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal de São Mamede, no Sertão paraibano, cumpriu neste fim de […]

ronaldodiasUma ação integrada entre a Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal de São Mamede, no Sertão paraibano, cumpriu neste fim de semana dois mandados de prisão preventiva contra um idoso de 60 anos acusado de aplicar golpes em várias cidades da Paraíba e do Pernambuco.

De acordo com Ronis Fernandes, delegado da Polícia Civil de São Mamede, Ronaldo Dias da Silva, que é natural de Caruaru-PE e reside em Campina Grande, aplica golpes dentro de agências bancárias. A estratégia do acusado é abordar clientes, geralmente idosos, no momento em que estão realizando alguma transação bancária em caixa eletrônico.

Bem vestido e fingindo ser também um cliente que está aguardando sua vez na fila, Ronaldo se oferece para ajudar a pessoa a realizar a transação de forma mais rápida. A vítima é convencida a lhe entregar o cartão e os dados da conta, e nesse momento ele troca o cartão do cliente por outro cartão seu e efetua empréstimo ou transferência de dinheiro para sua conta.

Segundo o delegado, Ronaldo estava agindo em várias regiões do Estado, inclusive na região de Cajazeiras. Além das investigações em curso na Paraíba e Pernambuco, já existe processos criminais nas Comarcas de Patos, Teixeira, Campina Grande, Taperoá, Pocinhos, Bonito de Santa Fé e São José de Piranhas.

– É importante divulgar para evitar que outras pessoas sejam vítimas desse tipo de estelionato, principalmente as vítimas que são idosos aposentados, e também para encorajar outras vítimas para que denunciem, caso tenham sido ludibriadas pelo referido preso – alerta Ronis Fernandes.

O acusado está no Presídio Romero Nóbrega, em Patos, à disposição da Justiça. Para denunciar casos como esse, basta ligar para a Polícia Civil, 197, ou Polícia Militar, 190, sob garantia de sigilo total.

 

Diário do Sertão