Cajazeiras/PB sábado , 27 de novembro de 2021

Prisões

Policia Civil prende assaltantes que roubavam carros nas cidades de Catolé do Rocha, Brejo do Cruz e São Bento

No mês de dezembro, a crescente ocorrência de roubo de veículos no sertão Paraibano (Catolé do Rocha, Brejo do Cruz […]

LARAPIOS - 01No mês de dezembro, a crescente ocorrência de roubo de veículos no sertão Paraibano (Catolé do Rocha, Brejo do Cruz e São Bento) chamou a atenção da Policia Civil local.

Com base nas informações prestadas pelas vítimas que compareciam nas Delegacias da Região para registrar Boletins de Ocorrências, foi possível dar início a uma investigação minuciosa em busca do grupo armado que estava por trás do cometimento desses crimes.

O delegado que chefiava a equipe de investigações, o Dr. Demétrius Patrício Lima de Melo, disse, que a atuação da polícia foi mais do que exitosa.

No sítio onde residia Jackson Ramalho fora encontrado um revólver calibre 38, uma espingarda calibre 12, e diversas munições, além de dois veículos roubados, sendo uma Saveiro, de cor branca, e uma Motocicleta Honda NXR 150 BROS ES, de cor vermelha.

larapios - 02Sob a coordenação do Delegado Seccional, Dr. Antônio Luís Barbosa Neto, os Grupos Tático Especial (GTE’S) de Catolé do Rocha e São Bento (PB), realizaram uma ação conjunta na semana natalina que culminou com a prisão de 02 (dois) integrantes do grupo armado, em Brejo do Cruz (PB), Jackson Ramalho Alves de Paiva e José Maria Forte Maia, vulgo “Bebe”.

Em outro sítio, de propriedade de José Maria, fora encontrado mais duas armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 12, e outra artesanal, munições e objetos roubados (confecções provenientes do Ceará e que estavam na caçamba da Saveiro Branca, quando a mesma fora roubada).

Os veículos e parte da confecção roubada já foram devolvidos a seus respectivos proprietários.

As armas de fogo foram apreendidas e serão submetidas à Perícia Balística na cidade de Patos (PB), e os integrantes do grupo armado foram autuados em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo, receptação, extorsão e associação criminosa, tendo ambos ficados recolhidos no estabelecimento prisional.

Já foram identificados outros integrantes do grupo, e as investigações continuam visando a captura dos demais envolvidos.

 

 

Catolé News