Publicada em 27 de dezembro de 2017 - 20:02

QUASE DEFINIDA: Governistas fecham o ano com apenas uma vaga disponível na chapa majoriotária; Veneziano é nome certo – Por Leandro Borba

Quase tudo definido no recanto girassol para as eleições do ano que vem na Paraíba. A resposta governista veio rápida […]

João-Azevedo-e-RC-300x190Quase tudo definido no recanto girassol para as eleições do ano que vem na Paraíba. A resposta governista veio rápida e logo após o Polêmica Paraíba trazer as decisões das duas chapas de oposição anunciadas até aqui.

A cabeça de chapa, como todos já sabem, pertence ao Secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia do Governo do Estado, João Azevedo, que é praticamente uma unanimidade para Ricardo e seus aliados, pois representa a grande característica das gestões Ricardistas: a entrega de obras.

João esteve presente e foi o grande idealizador de algumas delas, carregando a marca de ser um técnico reconhecido por todo o estado. Resta saber se isso será, juntamente com a popularidade do Governador, suficiente para  elegê-lo em Outubro.

As duas vagas para o senado também estão definidas: Luiz Couto, do PT, já foi lançado pelo partido e tem lugar garantido ao lado de Azevedo. A outra vaga será do ex-prefeito de Campina Grande e Deputado Federal, Veneziano Vital do Rêgo, que já confirmou a desfiliação do PMDB nos próximos meses e o ingresso em algum partido da base aliada do Governo.

O nome de Vené está referendado, já que é considerado perfeito para o equilíbrio da chapa entre João Pessoa e Campina Grande e ganhou força e simpatia da ala mais esquerdista do PSB após se negar a votar favoravelmente aos pacotes do Presidente Michel Temer.

A grande incógnita é a vaga para vice, que assim como na chapa encabeçada por Cartaxo, vem sendo guardada para atrair um grande partido, incluindo alguém do PMDB. Há uma grande disputa interna entre PTB e DEM, que reivindicam espaço na majoritária para Wilson Santiago ou Efraim Morais. Para resolver o impasse, também vem sendo considerada a opção da vaga ficar com alguém do próprio PSB.

Lígia e Damião Feliciano são considerados cartas fora do baralho, já que Ricardo está realmente decidido a permanecer no Governo apostando na vitória do ex-presidente Lula e garantindo assim, um ministério para chamar de seu. Não preciso nem comentar que a chapa do PSB será também o palanque de Lula na Paraíba.

Independente de quem seja o candidato a vice, a certeza é que os governistas vêm com muita força e equilíbrio para garantir mais quatro anos a frente do executivo estadual. Tanto equilíbrio que poderá juntar DEM e PT pedindo votos um para o outro na majoritária.

 

 

 

Fonte: Polêmica Paraíba