Cajazeiras/PB sexta-feira , 5 de junho de 2020

Cajazeiras

Reflexo da crise: Governo do Estado admite dificuldade de manter folha do servidor em dia sem ajuda do Governo Federal

O superintendente da Receita na Paraíba Marialvo Laureano admitiu dificuldades do Governo do Estado em manter em dia a folha […]

O superintendente da Receita na Paraíba Marialvo Laureano admitiu dificuldades do Governo do Estado em manter em dia a folha de pagamento do estado no próximo mês. “Estamos pagando a folha dentro do mês. Agora o próximo mês nós iremos precisar do aporte do Governo Federal com a lei que está para ser aprovada, que dará um alívio para o caixa do governo”, revelou.

Marialvo disse que não está previsto nenhuma redução salarial de servidores e todos os gastos já estão sendo racionalizados para priorizar segurança, saúde e a folha de pagamento. Porém, as medidas do Governo Federal são necessária para não haver prejuízos para todos.

O reflexo da crise começa a surgir nas prefeituras. Em Cajazeiras, uma nota publicada pela Secretaria da Fazenda Pública esclarece que, lamentavelmente, não terá como honrar toda a programação de pagamento da folha de março, conforme a tabela previamente anunciada.

A queda de 44/% no FPM de março e mais 15% já na primeira cota deste mês, e ainda a drástica redução do ICMS em todos os estados e municípios, somando-se a suspensão dos tributos municipais, obrigaram a uma reprogramação da tabela.

Assim, receberão nesta quinta-feira, dia 09, apenas os servidores efetivos da Educação Ensino Infantil Fundeb e Ensino Fundamental I Fundeb. Os demais servidores deverão receber seus salários até o próximo dia 20 deste mês.

É importante ressaltar que, por determinação do prefeito Zé Aldemir, todos os recursos que entram nas  contas do município estão sendo, exclusivamente, destinados ao pagamento da folha de pessoal.

A Prefeitura comunica ainda que, a exemplo dos Estados e demais municípios, está aguardando o repasse da complementação anunciada pelo Governo Federal para compensar as quedas do FPM e de outras receitas.

Por fim, esclarece que esse quadro real e lamentável foi comunicado e mostrado com muita transparência ao Sindicato dos servidores, pedindo a compreensão de todos, neste momento de enormes dificuldades enfrentado pelos estados e municípios.

Portal CZN