Publicada em 13 de novembro de 2019 - 18:07

Santana de Mangueira: Operação desarticula quadrilha envolvida em ataques a bancos e tráfico de drogas na PB e PE

A Polícia Militar desarticulou uma quadrilha envolvida em ataques a bancos e tráfico de drogas interestadual, que era liderada por […]

plantao-policialA Polícia Militar desarticulou uma quadrilha envolvida em ataques a bancos e tráfico de drogas interestadual, que era liderada por um fugitivo do sistema penitenciário da Paraíba. Uma operação realizada no começo da manhã desta quarta-feira (13), após trabalho da Coordenadoria de Inteligência, resultou na prisão de quatro acusados, na apreensão de duas pistolas – uma delas de calibre 9 milímetros – uma carabina, duas espingardas, um revólver, vários explosivos, munições, roupas camufladas, luvas, entre outros materiais, na cidade de Santana de Mangueira, no Sertão paraibano.

O grupo estava em um sítio planejando ataques a bancos da região para os próximos dias, conforme os levantamentos realizados pela PM. O local foi cercado por equipes do 13º Batalhão e Grupamento Especializado de Operações em área de Caatinga (Geosac). Os suspeitos reagiram atirando contra os policiais e teve início um confronto.

O líder da quadrilha, identificado como José Valdeir Cândido Rodrigues (Gordo), 30 anos, que estava foragido da Penitenciária Juiz Hitler Cantalice (a média de Mangabeira), em João Pessoa, desde novembro do ano passado, saiu ferido e acabou morrendo. Ele foi preso pela Polícia Federal em 2012, na cidade de Princesa Isabel, juntamente com um grupo que atuava na distribuição de drogas vindas de São Paulo para a Paraíba e Pernambuco. Na época, ele foi encaminhado para a Penitenciária Romero Nóbrega, em Patos, mas foi transferido para o PB-1 em janeiro de 2017, após envolvimento na morte de dois detentos, dentro da unidade prisional de Patos. Após a mudança de regime de cumprimento da pena, ele foi transferido para o Hitler Cantalice, quando deixou de comparecer e passou a ser considerado foragido.

Os outros presos na operação desta quarta-feira (13) foram três homens e uma mulher, cujas identidades ainda estão sendo confirmadas. Além dos ataques a bancos, eles estariam atuando no tráfico. Os presos estão na Delegacia de Polícia Civil, em Conceição.

Secom-PB