Publicada em 17 de maio de 2017 - 9:14

Sem chance: Ex-deputado Vituriano descarta fazer dobradinha com Junior Araújo e aproximação com Carlos Antônio

Bastante experiente na política, o ex-deputado Vituriano de Abreu tratou de descartar aliança com o ex-vice-prefeito Junior Araújo que pretende […]

vituriano - assembleiaBastante experiente na política, o ex-deputado Vituriano de Abreu tratou de descartar aliança com o ex-vice-prefeito Junior Araújo que pretende sair candidato a deputado estadual em 2018. Sem dúvida, o leão tem pleno conhecimento que se isso ocorresse poderia lhe prejudicar, já que vários aliados do grupo situacionista se manifestaram contrários. Na sua postagem nas redes sociais, Vituriano também descartou subir no mesmo palanque do ex-prefeito Carlos Antônio.

Desde a semana passada, pessoas ligadas ao ex-vice-prefeito espalhavam na cidade a possibilidade da união dos políticos adversários, sendo que a participação de Junior Araújo na imprensa local confirmou a intenção do jovem político que trabalha com o objetivo de reforçar sua candidatura em 2018.

Veja a postagem de Vituriano:

Como virão os resultados ?

Tudo faz crer que os resultados das eleições de 2018 , se tivermos, serão anômalos.

Faz tempo que observo o comportamento dos eleitores , dos não cidadãos , mas família que o é.

Mediante as eleições fraudulentas de 2014, onde só se elegeu que me tinha dinheiro de propinas mais cargos públicos pra dar e prefeitos para transferirem votos, que só tinha discursos e serviços prestados nada valeram, que a confusão se instalou.

De impedimentos de mandatos a prisão de gente, as lutas dos partidos defendendo os seus outros atacando, o rumos estava sendo trabalhada na mente dos eleitores para 2018.

Os sinais já apareceram ontem aí em cajazeiras, li uma matéria do diário do sertão insinuando uma união minha com o grupo do ex-prefeito calos António, para uma chapa comigo e Junior Araujo.

Nunca me passou pela cabeça isto, ninguém me procurou, nem tão-pouco eu.

Pelas informações, tudo partiu do ex vice prefeito de cajazeiras, por sinal nos damos muito bem, numa entrevista em emissoras de nossa Cajazeiras.

Até aí tudo normal porque na política as coisas acontecem deste jeito.

O que me deixa triste é nossa cidade ter ainda algumas pessoas externando ódio de mim sem se quer ter conhecimento de quem sou.

Tenho ficha política super limpa.

Sou admirado por onde passo, primeiro porque trabalho incessantemente, de boa vontade, sem olhar pra quem e custos para estas pessoas. Segundo sou defensor dos mais pobres, mais carentes e faço justiça. Invoco a Deus como prova do que digo.

Pago imposto mesmo, não sou daqueles que recebem uma ajuda da previdência, tem seis ou dez filhos pra criar, e vive ofendendo os outros dizendo que são eles os pagadores de nossos salários.

Quanta injustiça ouvir ou ver alguém me chamar de vagabundo! Ou se trata de uma pessoa sem respeito aos outros, ou de alguém que deseja o mal pra todo mundo, ou mesmo de um inimigo gratuito.

Sou consciente de que numa democracia há plena liberdade para os debates.

Sou também conhecedor que hoje, com as redes sociais funcionando muitos vão querer externar seus ódios para com os políticos todos sem destinação.

Há os quês não aceitam os erros de lula e ver defeitos em quem tem pouco ou quase nada.

Há outros que gostam tanto dele que se calam por fora, mas atacam por dentro os que buscam fazer justiça. Exemplo Moro e tantos outros.
Só não dar pra me calar é esta batalha me chamado do que não sou: não há a menor chance de palanque comigo e Carlos Antônio.

 

VITURIANO DE ABREU

 

Portal CZN