Cajazeiras/PB sábado , 6 de junho de 2020

Calvário

Servidora presa na 4ª fase da Operação Calvário é exonerada pelo Estado

A servidora do Estado, Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro, presa na semana passada na 4ª fase da Operação Calvário, […]

gaecoMPA servidora do Estado, Maria Laura Caldas de Almeida Carneiro, presa na semana passada na 4ª fase da Operação Calvário, foi exonerada pelo governador João Azevêdo (PSB). A informação está na edição desta terça-feira (7) do Diário Oficial do Estado.

Maria Laura ocupava o cargo de assistente de gabinete na Procuradoria-Geral do Estado.

Também foi exonerado Geo Luiz de Souza Pontes, lotado assim como Maria Laura, no gabinete da Procuradoria-Geral do Estado. Ele foi alvo de um dos mandados de busca e apreensão da 4ª fase da Operação Calvário, comandada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB).

A Operação Calvário, no Estado da Paraíba, investiga núcleos de uma organização criminosa comandada por Daniel Gomes da Silva, da Cruz Vermelha gaúcha, que é responsável por desvio de recursos públicos, corrupção, lavagem de dinheiro e peculato, através de contratos firmados junto a unidades de saúde do Estado, com valores chegando a R$ 1,1 bilhão, possuindo atuação em outras unidades da federação, a exemplo do Rio de Janeiroooo - Servidora presa na 4ª fase da Operação Calvário é exonerada pelo Estado

sss - Servidora presa na 4ª fase da Operação Calvário é exonerada pelo Estado

 

Mais PB