Publicada em 09 de janeiro de 2015 - 17:28

Treze e Campinense só jogam em fevereiro e tabela deve ser adiada

Está cada vez mais difícil o Campeonato Paraibano começar no dia 17 de janeiro. Um dia depois de o presidente […]

Está cada vez mais difícil o Campeonato Paraibano começar no dia 17 de janeiro. Um dia depois de o presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Amadeu Rodrigues, ter garantido o início da competição, Treze e Campinense oficializaram suas posições de não jogar em janeiro, seguindo assim o calendário da CBF.

Sem os dois times de Campina Grande, é possível que a FPF adie mais uma vez a divulgação da tabela definitiva do Campeonato Paraibano, que deveria sair hoje (9), conforme garantia do próprio Amadeu.

Se o Estadual começar mesmo no dia 1º de fevereiro, cinco rodadas precisariam ser adiadas. Assim, dificilmente a competição acabaria no dia 3 de maio, data prevista pela própria CBF em seu calendário oficial. Isso porque Botafogo e Campinense disputam simultaneamente a Copa do Brasil e a Copa do Nordeste. Além disso, o Belo tem estreia prevista na Série C no dia 17 de maio.

O Treze foi o primeiro a se manifestar publicamente contra o início do Paraibano em janeiro. O Galo jogaria no dia 18 contra o Santa Cruz, em Santa Rita, mas o presidente Bebeto Silva garantiu ainda na quarta-feira que o clube só iniciaria a competição no dia 1º de fevereiro. Ontem, numa medida ainda mais prática, o Galo acertou dois amistosos contra o Globo, nos dias 14 e 18 – este último, no dia previsto para a estreia no Paraibano, contra o Santa Cruz.

Também ontem, o presidente do Campinense, William Simões, também confirmou que vai seguir o Regulamento Geral de Competições da CBF e só jogar em fevereiro. “Não podemos correr riscos. Pelo que sabemos, até agora não se tem uma posição oficial de que esses clubes não vão sofrer sanções. Então, é melhor não jogar”, avisou.