Publicada em 24 de julho de 2018 - 9:21

Treze vence Imperatriz e disputará final da série D com o Ferroviário do Ceará

O Treze já conseguiu provar que tem um grande goleiro e que quando o assunto é cobrança de pênaltis, Mauro […]

trezesemiO Treze já conseguiu provar que tem um grande goleiro e que quando o assunto é cobrança de pênaltis, Mauro Iguatú sabe muito bem como precisa desenvolver o seu papel. Mesmo desperdiçando uma cobrança, ele fez três grandes defesas que ajudaram o Galo a derrotar o Imperatriz por 1 a 0 no tempo normal, com um gol de Maxuell Samurai, carimbando o passaporte para a final da Série D do Campeonato Brasileiro. Nos pênaltis, o time paraibano venceu por 3 a 1.

Agora, o Treze enfrentará o Ferroviário-CE, que eliminou o Campinense nas quartas de final. O primeiro jogo está marcado para domingo, dia 29 e o segundo será no próximo domingo, dia 5 de agosto, ambos ainda sem horário definido.

O jogo

No primeiro tempo, o Galo da Borborema fez tudo o que não poderia ser feito: passes errados, afobação e jogadas sem êxito. Tanto que o alvinegro só veio criar uma chance real aos 15 minutos do primeiro tempo, quando Jean repôs mal uma bola e Marcelinho Paraíba acabou ficando com ela, deixando com Maxuell Samurai cara a cara com goleiro, mas sem conseguir converter em gol.

Seis minutos depois, duas boas jogadas em sequência. Aos 21, Samurai lançou Marcelinho Paraíba, mas o passe foi longo demais e a bola saiu pela linha de fundo. Aos 23, Ceará driblou um defensor do Imperatriz e perdeu o controle da jogada. A resposta do time maranhense veio um minuto depois, com Eloir mandando uma bomba na trave do goleiro Mauro Iguatú.

O retorno do Treze para o campo de jogo após o intervalo foi vibrante. O time começou logo pressionando e finalmente o gol saiu aos 12 minutos. Marcelinho Paraíba mandou a bola na área, a defesa do Imperatriz fez o desvio e Maxuell Samurai só teve o trabalho de tocar de cabeça para o fundo do gol, para o delírio da torcida trezeana. 1 a 0 para o Treze.

Mas, o Imperatriz gostava do jogo. Aos 25 minutos, Adauto roubou a bola e fez uma jogada individual, até invadir a área do Treze. Ele deu um toque, tirando o goleiro Mauro de cena, mas Nilson Júnior apareceu na hora certa para salvar o Galo do perigo.

Como perdeu por 1 a 0 o primeiro duelo, o Treze precisou decidir o jogo nas cobranças de pênalti. Mauro Iguatú, em mais uma noite iluminada, fez três grandes defesas, mesmo perdendo um chute, já que o técnico Flávio Araújo também colocou o defensor para uma das batidas. Leandro Love e Carlos Coppetti marcaram, Marcelinho Paraíba chutou para fora e Patrick nem precisou cobrar.