Cajazeiras/PB quinta-feira , 6 de agosto de 2020

Cajazeiras

Vereador Marcos Barros líder da prefeita de Cajazeiras chama padre Damião de mentiroso e sessão da Câmara pega fogo

As discussões durante as sessões realizadas na Câmara Municipal de Cajazeiras têm sido acirradas, com embates entre os vereadores situacionistas […]

MBAs discussões durante as sessões realizadas na Câmara Municipal de Cajazeiras têm sido acirradas, com embates entre os vereadores situacionistas e oposicionistas. Na sessão desta terça-feira (26), o clima esquentou ainda mais quando o vereador Marcos Barros (PSB) líder da prefeita na câmara chamou o padre Damião Nunes Viana vigário da Paróquia São José de mentiroso.

Tudo teve inicio durante o pronunciamento do vereador Humberto Pessoa na tribuna que questionou o vereador Marcos Barros porque não compareceu a sessão especial de entrega do título de cidadão cajazeirense ao padre Damião. Segundo Humberto, durante uma sessão itinerante da Câmara na paróquia de São José, Marcos teria confidenciado que o vigário dali era adversário político. A discussão se acirrou entre os dois parlamentares chegando ao ponto do líder afirmar que o padre tinha um posicionamento político, ou seja, que era simpatizante do grupo oposicionista a administração municipal e era mentiroso.

Ao justificar sua afirmação contra o religioso, Marcos Barros disse que o padre teria denunciado, durante a sessão realizada na igreja, que havia enviado uma família que andava perambulando pelas ruas da cidade, para uma casa de apoio em Sousa, e que a prefeitura não estava cumprindo o compromisso de enviar uma ajuda em forma de feira. Barros disse possuir documentos que comprovam as ajudas dadas pela prefeitura de Cajazeiras.

No final da sessão, alguns vereadores prestaram solidariedade ao padre Damião Nunes Viana.

 

Redação Portal CZN