Cajazeiras/PB sábado , 24 de outubro de 2020

Assembleia Legislativa

Voto de Dra. Paula ajuda aprovar projeto que garante equidade na atenção integral à saúde da população negra

A deputada doutora Paula (Progressistas) disse que, estatisticamente, está provado que o número maior de casos e óbitos por conta […]

A deputada doutora Paula (Progressistas) disse que, estatisticamente, está provado que o número maior de casos e óbitos por conta de doenças infecciosas recai sobre pobres e negros. “A discriminação social é grande em todos os sentidos. E na saúde é bem mais acentuada e atinge, principalmente, pobres, negros e homossexuais”, declarou.

A declaração foi feita na sessão remota da Assembleia Legislativa da Paraíba, realizada nessa quarta-feira (08), ocasião que doutora Paula votou a favor do Projeto de Lei nº 1809/2020. A matéria, de autoria da deputada Estela Bezerra (PSB), dispõe sobre equidade na atenção integral à saúde da população negra.

Durante a discussão do referido Projeto, doutora Paula parabenizou a colega Estela pela iniciativa. “Quero parabenizar você, Estela, pela pertinente propositura”. Ressaltou.

Projeto
De acordo com o Artigo 1ª do referido Projeto, o estado da Paraíba implementará medidas de garantia da equidade na atenção integral à saúde da população negra nos casos de epidemias ou pandemias, de surtos provocados por doenças contagiosas, ou durante a decretação de Estado de Calamidade Pública.

Ainda de acordo com o Projeto, para promover a equidade étnico racial, o Estado deverá adotar uma séria de medidas que, por exemplo, visem inserir nos protocolos de atendimento comorbidades específicas que acometem de forma diferenciada a população negra.

Deve, assim, incluir portadores de anemia falciforme, deficiência de glicose 6, fosfato desidrogenase, tuberculose, usuários de Centros de Atenção Psicossocial – CAPS em tratamento para sofrimento mental, hipertensão arterial, diabetes melito, coronariopatias, insuficiência renal crônica e câncer; entre outras medidas.